Restrições para bancos e lojas
26/03/2020 01:35 - Atualizado em 26/03/2020 12:25
Filas em bancos no Centro de Campos
Filas em bancos no Centro de Campos / Genilson Pessanha
Bancos, casas lotéricas e agências de crédito estão com o funcionamento proibido a partir hoje em Campos, segundo decreto assinado pelo prefeito Rafael Diniz. Somente será permitido o atendimento para pagamento de benefícios sociais, incluindo seguro desemprego e FGTS, além do autoatendimento. A medida vale até dia 5 de abril. O documento, assinado pelo prefeito é mais uma das ações de enfrentamento ao coronavírus.
O conjunto de medidas também determina que hipermercados, supermercados e mercados funcionarão apenas de segunda a sábado, no horário 8h às 20h. Eles não poderão abrir aos domingos. Estes estabelecimentos deverão adotar medidas de controle de entrada e saída de clientes, para evitar aglomerações.
Feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos; lojas de conveniência; lojas de venda de alimentação para animais; distribuidores de gás; lojas de venda de água mineral; e padarias terão horário máximo de funcionamento de 7h às 19h.
Ainda a partir de hoje fica determinada a suspensão das atividades de caráter eletivo de clínicas, consultórios, laboratórios e estabelecimentos congêneres. E, ainda, estarão suspensas as atividades da construção civil, permitindo somente os serviços de reparos emergenciais.
A Prefeitura também está suspendendo o pagamento das parcelas dos meses de março, abril e maio de 2020, dos contratos do Fundecam.
O decreto estabelece, ainda, que o expediente interno dos órgãos públicos municipais deverá ocorrer das 9h às 13h. Estão fora desta determinação, a secretaria municipal de Saúde, Fundação Municipal de Saúde, Defesa Civil, secretaria municipal de Segurança Pública, Guarda Civil Municipal, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Superintendência de Posturas e Procon.
Além da proibição do funcionamento destes estabelecimentos, desde esta segunda-feira (23) por força de decreto do prefeito, o comércio de forma geral também está com suas atividades suspensas.
O decreto do prefeito põe fim às preocupações quanto ao atendimento dos bancos, nos últimos dias, com as filas enormes que se formavam em frente a agências bancárias de Campos, aglomeração que contraria as determinações de autoridades médicas, inclusive da própria Organização Mundial de Saúde (OMS).
O Banco do Brasil e a Caixa Econômica informaram que irão ampliar e melhorar o funcionamento dos seus canais de autoatendimento, a fim de facilitar a vida dos clientes.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS