Livro sobre Maria Ester Balbi será lançado nesta quarta (11)
Matheus Berriel - Atualizado em 10/09/2019 15:36
Divulgação
Será lançado nesta quarta-feira (11) pelo advogado e escritor Herval Machado Costa o livro “Simplesmente Mester”, uma biografia da colunista social Maria Ester Balbi, falecida em 2012, aos 62 anos. O lançamento está marcado para as 19h, no Bar do Ovo.
De acordo com Herval, a produção do livro durou cerca de um ano. “A ideia veio por duas razões muito simples: uma porque eu havia acabado de escrever um livro (o romance ‘Perigosa Mente’, com Cininha Maciel); e a outra pela minha proximidade com a Maria Ester. Nós éramos íntimos. O Luiz Fernando, que é o filho dela, é padrinho da minha filha e primo. Em função dessa relação muito próxima, achei por bem pedir essa autorização dele para fazer o livro”, disse o escritor.
Foram usadas na pesquisa diversas edições da Folha da Manhã e algumas do extinto jornal O Diário, ambos onde Maria Ester foi colunista. Há inclusive diversas fotografias publicadas por ela em sua coluna.
— As fotos que ela colocava de outras pessoas. Ela mesma tem muito poucas fotos, porque não gostava de tirar fotografias. Quando ia tirar, porque sempre andava com um fotógrafo, ela se punha de lado... Era o modo dela ser. Era até uma estratégia. Não tinha um motivo para dizer que ela não gostava de aparecer. Era uma forma de provocar uma situação, causar, criar um clima — comentou.
O lançamento do livro foi divulgado pelo professor e pesquisador Marcelo Sampaio em seu canal no Youtube, a Miscelânia Cultural Marcelo Sampaio, em vídeo onde foi contada uma curiosidade: “O que ele (Herval) está escrevendo em mais de 250 páginas precisa e muito ser lido por todo mundo. O lançamento vai acontecer no Bar do Ovo, um bar onde só homens frequentam. E a Maria Ester era a única mulher que frequentava o Bar do Ovo”, disse Marcelo Sampaio.
O tema também foi comentado pelo escritor. “A procura está acima da minha expectativa. As pessoas têm telefonado muito e questionado, porque escolhi propositalmente o Bar do Ovo. E as mulheres perguntam: ‘como é que eu vou, se Maria Ester dizia que não podia ir mulher?’. Aí eu explico às pessoas que aquilo era um modelo que ela fazia, um comportamento diferenciado que ela tinha de se exibir, dizer às pessoas que ela tinha prestígio, que era só dela. Mas não era verdade. O Ovo, dono do bar, nunca impediu”, explicou Herval.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS