Funeral de George H. W. Bush reúne milhares de pessoas em Washington
- Atualizado em 05/12/2018 21:24
O funeral do ex-presidente dos Estados Unidos George H. W. Bush, morto no último dia 30, aos 94 anos, reuniu nesta quarta-feira, em Washtington, cerca de 3 mil pessoas, entre elas, alguns dos principais líderes políticos do mundo, como a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o príncipe Charles, da Grã Bretanha, além do presidente dos EUA, Donald Trump, o ex-presidente Barack Obama e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.
O filho de Bush e também ex-presidente, George W. Bush, acompanhou o caixão do pai, que estava sendo velado no Capitólio até a Catedral Nacional de Washington e, emocionado, fez o primeiro discurso.
Nascido em uma família rica da Nova Inglaterra, Bush governou o país de 1989 a 1993, durante o fim da Guerra Fria e a primeira Guerra do Golfo. Mas foi derrotado na eleição presidencial de 1992 - quando tentava a reeleição - por Bill Clinton.
Depois da cerimônia, o caixão do ex-presidente será levado para o Texas. O corpo de George H. W. Bush será sepultado ao lado de sua esposa, Barbara, na Biblioteca Bush, que fica na cidade College Station, também no Texas.
Embora George H. W. Bush tenha anunciado em 2016 que não votou em Trump, desde a sua morte o atual presidente tem usado um tom mais próximo da reconciliação. “George H. W. Bush teve uma vida que encarna os que os Estados Unidos realmente têm de extraordinário. Decidido durante a guerra, o presidente Bush foi magnânimo em tempos de paz”, escreveu o presidente Trump em uma mensagem dirigida ao Congresso. (A.N.)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS